Sobre nós

A Revista Pathos é uma iniciativa independente de seus editores, com publicações semestrais e que recebe textos em português nas áreas da saúde, educação, assistência social e jurídica a partir de diferentes enfoques teóricos e categorias profissionais. Ela surgiu do desejo de um grupo de profissionais que atuam nessas redes, tendo como objetivo oferecer um espaço dedicado à publicação sobre as práticas oriundas desses campos de atuação. Trata-se, portanto, de um espaço que foi pensado para dar voz aos trabalhadores e permitir o compartilhamento de suas reflexões sobre as experiências de seu dia a dia de trabalho. O escopo desta revista é a produção de saberes sobre a práxis e, desse modo, "práticas públicas" e "psicopatologia" implicam o tencionamento em seu dinamismo ético, clínico e político.

Volume Atual

10 VOLUME - 2º SEMESTRE 2019
Expediente PDF
Editorial PDF
ARTIGOS
Uma experiência de atendimento psicanalítico de grupo para familiares de vítimas de homicídio. PDF
Bruno Cervillieri & Natália Santos da Silva
Centro de convivência e cooperativa e a política de saúde mental: Percepção dos profissionais. PDF
Fernando Augusto Vaquero dos Santos & João Fernando Marcolan
Adolescentes em conflito com a lei: Memórias e trajetórias de vivencias na escola. PDF
Regina Fernandes Monteiro
RELATO DE PRÁTICA
Samba contra a redução da maioridade penal. PDF
Mumu de Oliveira
Psicologia nas fronteiras: O sentido no sentir da Psicologia. PDF
Luiz Fernando Rodrigues Novais
Vozes em manifesto
Escola sem partido, existe? PDF
Patrus Ananias de Souza
Encarte Especial
Narrativas em cena PDF
Seção Conjuntura
Lançamento do livro: "O palhaço e o psicanalista", de Christian Dunker e Cláudio Tebas. PDF
O dia que virou noite. PDF
A homofibia de Crivella e a Santa inquisição literária. PDF
O bom senso vence a ignorância. PDF
Cacique Raoni Metukrire para Nobel da paz de 2020. PDF
Falando sobre suicídio com crianças e adolescentes: Uma conversa de gente grande PDF
III Simpósio de Saúde Mental Infantojuvenil PDF

Volumes Anteriores

9 VOLUME - 1º SEMESTRE 2019
Foto de Capa PDF
Expediente PDF
Editorial PDF
CADERNO TEMÁTICO
Relato de experiência de projetos de trabalhos sociais com povos indígenas da região noroeste do estado do Paraná PDF
Cauê Taiguara
25 Anos de iniciativas do povo Baniwa em promoção do bem viver e desenvolvimento sustentável na Amazônia Brasileira. PDF
Andre Baniwa
O povo Xavante e sua luta por um sistema de ensino de qualidade. PDF
Xisto Tsereshiru
RELATO DE PRÁTICA
As diferentes visões de família para as crianças: percepções a partir de uma seqüência didática . PDF
Professora Dra. Silvia Piedade de Moraes
Artigo
Escuta clinica em instituição que executa a Medida Socioeducativa de Internação. PDF
Marina Rocha Lima
Seção Conjuntura
A Pathos e suas publicações relacionadas aos temas dos direitos humanos. PDF
Acampamento Terra Livre 2019. PDF
O rega-bofe do Supremo Tribunal Federal. PDF
Mapa do desmonte das políticas públicas. PDF
8 VOLUME - 1º SEMESTRE 2019
Editorial
Relatos de Prática
Sala 14, uma mulher negra e flores PDF
Danielle Antonelli
Pscicanalistas pela Democracia: resistência em tempos sombrios PDF
Adriana Simões Marino
O poder da comunicação, da livre expressão e da resistência como sinônimo de desenvolvimento psicossocial e encontros humanos PDF
Ricardo Rentes
A partidária sem-vergonhice brasilica: o conluio das bancadas temáticas por um esquema de poder PDF
Cristiano Rodineli de Almeida
Escola sem partido: projeto de destruição do pensamento e das relações de cuidado na escola PDF
Andreia Alves Teixeira
Artigo
Perspectiva decolonial: diálogos dos saberes e autoria do conhecimento como alternativa para pensar a universidade PDF
Cristiano Rodinelli de Almeida
Paula Fernandes de Assis Crivello Neves
Sidelmar Alves da Silva Kunz
7 VOLUME - 2º SEMESTRE 2018 Confira nesta edição: Psicoterapia e medidas Socioeducativas de Internação- Responsabilidade e responsabilização. - O uso de medicamentos feito por adolescentes em cumprimentos de Medida Socioeducativa de internação. O fenômeno do brincar - considerações a respeito. - E muito mais!
6 VOLUME - 1º SEMESTRE 2018 Confira nesta edição: Aumento das taxas de suicídio: O problema está nas pílulas?- Apolo - Uma reflexão sobre a psicose a luz da psicanálise. - Cuidar e ser cuidado: O at como mediador nas relações de cuidado no envelhecimento. - E muito mais!
5 VOLUME - 1º SEMESTRE 2017

Baixar em PDF

Confira nesta edição: -Cracolandia, moralidade e espetáculo: Ingredientes de um debate viciado. - Prenúncio do horror na "craco" - A tenda como espaço aberto de acolhimento - E muito mais!

4 VOLUME - 2º SEMESTRE 2016

Baixar em PDF

 
Confira nesta edição: - Ocupar e resistir: um modelo de ocupação.- Inclusão para além do "diagnóstico".- Formação de pareis sociais e gênero na criança inserida no contexto familiar homoparental.- A difícil adesão ao tratamento de adolescentes dependentes químicos em CAPS-AD- O (Re)nascimento de Olivia: Possibilidades transformacionais vividas em análise.

3 VOLUME - 1º SEMESTRE 2016

Baixar em PDF

Confira nesta edição: - O impossível encontro de bocas vazias: Considerações sobre a incorporação partir de um caso clínico de criança.- Sobre o percurso como docente no curso de qualificação para agente comunitários de saúde e enfermeiros da escola municipal de saúde.- Projeto "Espaço Recomeço".- Projeto Piloto: Desenvolvimento de equipe de referência como facilitadora na mediação entre unidades básicas de saúde (UBS) e centros de atenção psicossocial (CAPS).- Ética e estética das manifestações pró-impeachment.

2 VOLUME- 2º SEMESTRE 2015

Baixar em PDF

Confira nesta edição: - A luta antimanicomial e a política pública em saúde mental- Reduzir ou não reduzir? Reflexões a cerca da maioridade pena no Brasil.- Sofrimento psíquico e o mal-estar institucional.- Sexualidade feminina em privação de liberdade.- Projeto de emprego apoiado.

1 VOLUME- 1º SEMESTRE 2015

Baixar em PDF

Confira nesta edição: - A quebra do silêncio no abuso de crianças e adolescentes.- Cidadania feminista em cadeia.- Pedagogia como contribuição a saúde mental.- Práticas formativas em redução de danos.- Meu nome não é Maria.

Editorial

ADRIANA SIMÕES MARINO

Psicanalista. Possui graduação em Psicologia pela Universidade São Marcos, mestrado em Psicologia Clínica pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IPUSP) e especialização em Psicopatologia e Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública (FSP-USP).É doutoranda em Psicologia (IPUSP), faz graduação em Filosofia (FFLCH-USP) e é psicanalista membro do Fórum do Campo Lacaniano (FCL-SP).Atua nas áreas clínica, social e como docente.Autora do livro: "Crianças Infratoras: Garantia ou Restrição de Direitos? Um estudo psicanalítico sobre as medidas de proteção no campo do ato infracional infantil" pela Juruá Editora, 2013.Currículo: http://lattes.cnpq.br/1443501940849745

ANDREIA ALVES

Psicóloga. Especialista em Psicopatologia e Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública (FSP-USP). Professora de educação básica na rede pública municipal.Atua no programa GAPEs (Grupo de Apoio Pedagógico Especializado) do município de Taboão da Serra, que atende alunos que apresentam dificuldades por terem rompido o vínculo com a aprendizagem.Psicoterapeuta de jovens e adultos.Currículo: http://lattes.cnpq.br/4733221028040567

CRISTIANO RODINELI

Psicólogo clínico de orientação psicanalítica. Especialista em Psicopatologia e Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública (FSP-USP). Especializando em Políticas Públicas e Socioeducação pela Universidade de Brasília/Escola Nacional de Socioeducação (Unb/ENS). Possui mestrado em Ciências: Educação e Saúde na Infância e na Adolescência pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).Trabalha como psicólogo na Fundação CASA, atendendo adolescentes privados de liberdade.Currículo: http://lattes.cnpq.br/1701739177173468

DANIELLE ANTONELLI

Psicóloga. Especialista em Psicologia Clínica Hospitalar pelo Instituto do Coração (FM-USP) e em Psicopatologia e Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública (FSP-USP).

Psicanalista de adultos (desde 2001), com experiência em saúde mental (CAPS e internação breve), e docente do curso de especialização do CEJAM.

RICARDO RENTES

Psicólogo Clínico de orientação Psicanalítica, Supervisor Clínico e Analista Institucional. Especialista em Saúde Mental e Justiça pelo Hospital de Custódia do complexo Juquery, Especialista em Psicopatologia e Saúde Pública pela USP, Mestre em Criminologia pela UFP do Porto em Portugal.Docente em Psicologia pelas universidades São Marcos (2010 a 2013) e FMU (2013 a 2017).Consultor e supervisor nas áreas de MSE - medida sócio-educativa para adolescentes em conflito com a lei, SPW - serviço de proteção às vítimas de violência e SAICA - Serviço de acolhimento institucional para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.Editor e sócio-fundador da Revista Científica Pathos - Revista brasileira de Práticas Públicas e Psicopatologia.Premiação honrosa com o primeiro lugar pelo trabalho: "O olhar do lado de lá - perspectivas, ressonâncias e consequências na vida de crianças e adolescentes abrigados".Currículo: http://lattes.cnpq.br/1067830340810265

CONSELHO EDITORIAL

Ana Isabel Martins Sani

Currículo

Carla Mirella Mastrobuono

Currículo

Cibele Lopes Barbará

Currículo

Glória Svietlana Jólluskin

Currículo

Karen Cristina Martins Alves

Currículo

Leila Salomão de La Plata

Currículo

Margarida Calligaris Mamede

Currículo

Marineide de Oliveira Gomes

Currículo

Sónia Maria Martins Caridade

Currículo

Normas Para Publicação

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO.

1 - Estrutura dos artigos, o artigo deverá conter: - Título em português e inglês (15 palavras no máximo) - Nome dos autores - Resumo (mínimo de 100 e máximo de 250 palavras) - Deverá conter mínimo de 2 e máximo de 5 palavras-chaves - Abstract e key-words (idem resumo e palavras-chaves) - Mini-currículo dos autores em nota de rodapé na primeira página. Os tópicos a serem desenvolvidos são: - I -Introdução, (apresentar dentro desse campo as bases teóricas utilizadas, a construção do texto referenciado). - II - Objetivos, ( incluir nesse campo de forma direta e clara os objetivos do artigo, a que se propõe o referido texto). - III- Método, ( explicar qual o tipo de pesquisa desenvolvida, por exemplo, se é qualitativa, quantitativa, indutiva, explicativa, etc. Como se deu a construção e a organização dos dados coletados, características da amostra/participantes, instrumentos utilizados na coleta de dados, etc). - IV - Discussão, (apresentar nesse campo os resultados a que chegaram, o tratamento e análise dos dados, a parte empírica do artigo, o relato da prática, do estudo de caso e sua articulação, a práxis, entre outros). - V - Considerações finais (nesse campo o autor deve incluir as conclusões do trabalho a partir do que foi estudado, pesquisado, vivido e concluido). - Referências (citar de acordo com as normas da APA o referencial teórico e acadêmico utilizado). 2 - O envio de materiais para a Revista Pathos implica na prévia autorização dos autores responsáveis e a cessação dos direitos autorais para a sua devida publicação. As normas para a publicação dos artigos científicos deverão seguir os princípios éticos, como preservação da integridade moral e sigilo da identidade dos sujeitos, instituições e órgãos envolvidos. 3 - As normas para a publicação seguem o modelo da American Psychological Association (APA) conforme orientação disponível em: http://www.ip.usp.br/portal/images/biblioteca/normalizacao_referencias_APA_6_ed_vers%C3%A3o2013.pdf 4 - Formatação dos textos: a - Estar em formato Word, Possuir até 12 laudas incluindo referências. b - Corpo do texto - Fonte: Times New Roman. Tamanho: 12. Espaçamento: 1,5. Formato: A4. Esquerda e superior 3 cm; Direita e inferior 2cm. Alinhamento: Justificado. Recuo: tab 1,25. Sem espaço entre parágrafos. c - Palavras em outros idiomas: itálico. Não utilizar negritos. Para demarcar itens do texto, utilizar algarismos numéricos (1. ; 2. ; 3.). d - Citações no corpo do texto: menos de três linhas entre aspas. e - Citações com mais de três linhas: devem aparecer sem aspas em um parágrafo separado, com recuo de 4cm da margem esquerda, espaço simples, fonte tamanho 10. f - Termos usados por entrevistados: seguir orientações das citações, observando a orientação para citação com mais de três linhas. g - Referências no corpo do texto: Constar sobrenome do autor, ano da publicação, página(s), volume(s), tomo(s) ou sessão(ões) – exemplo: “De acordo com McDougall (2000, p. 20)”. h - Referências: em ordem alfabética pelo sobrenome do(a) autor(a); sobrenome em letras minúscula, separado por vírgula, seguido das inicias do nome do autor finalizado por ponto; nome da obra em itálico, local de publicação, editora e ano da edição – exemplo: : Marino, A. S. (2013). Crianças Infratoras: Garantia ou Restrição de Direitos?. Curitiba: Juruá Editora. i - Para demais exemplos e casos específicos, consultar: http://http://www.ip.usp.br/portal/images/biblioteca/normalizacao_referencias_APA_6_ed_vers%C3%A3o2013.pdf 5 - Os textos publicados são de responsabilidade dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da revista ou de seus editores. 6 - É permitida a reprodução parcial ou total de textos publicados pela Revista Pathos, desde que citada a fonte. 7 - Os trabalhos recebidos serão submetidos à apreciação do Conselho Editorial que poderá sugerir ao(s) autor(es), quando necessário, alterações de conteúdo ou forma de apresentação do trabalho. Os artigos científicos poderão receber os seguintes pareceres: a - aceito para publicação b - aceito com ressalvas c - negado 8 - É imprescindível que os autores procedam a uma revisão ortográfica e gramatical antes do envio do material. 9 - Após o recebimento do artigo, no momento em que o mesmo for encaminhado para a devida análise, serão excluídos os nomes dos autores, visando propiciar uma avaliação as "cegas" com o intuito de garantir a neutralidade e imparcialidade no desenvolvimento do devido parecer. 10 - O envio de materiais deve ser realizado através do portal da Revista Pathos, no link “Enviar Artigo”. Quaisquer dúvidas ou dificuldade, utilizar o canal de comunicação “Contato”. 11 - Serão aceitos para publicação materiais que privilegiem a prática no campo da psicologia, saúde mental, psicopatologia, Assistência social, Políticas públicas e comunitárias, Educação, Psicanálise, Fenomenologia, Enfermagem, Terapia Ocupacional, Medicina, Direitos Humanos, Inclusão Social e Cidadania, Àrea jurídica e afins. 12 - A Revista Pathos é uma revista online, aberta, semestral e pode contar, quando julgar pertinente, com outros colaboradores para o exercício de suas funções editoriais.   NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE RELATO DA PRÁTICA 1 - Estrutura de relatos da prática - Título do Relato - Nome dos autores. - Mini-currículo dos autores em nota de rodapé na primeira página. - Descrição do Relato 2 - O envio de materiais para a Revista Pathos implica na prévia autorização dos autores responsáveis e a cessação dos direitos autorais para a sua devida publicação. As normas para a publicação dos relatos da prática deverão seguir os princípios éticos, como preservação da integridade moral e sigilo da identidade dos sujeitos, instituições e órgãos envolvidos. 3 - Formatação dos textos: a - Mínimo de uma (1) e máximo de cinco (5) laudas, incluindo anexos quando houver. b - Os materiais enviados para a submissão deverão estar arquivados em formato Word, incluindo título e desenvolvimento. Poderá haver, durante o relato, figuras, tabelas e anexos (inclusive audiovisuais) que versem sobre o tema. c - Corpo do texto - Fonte: Times New Roman. Tamanho: 12. Espaçamento: 1,5. Formato: A4. Esquerda e superior 3cm; Direita e inferior 2cm. Alinhamento: Justificado. Recuo: tab 1,25. Sem espaço entre parágrafos. d - No formato de “Relato da Prática” não cabem muitas citações diretas ou indiretas, pois não se trata de um artigo científico. No entanto, é permitido fazer alusões a alguns autores. 4 - O Relato da Prática aqui publicado é de responsabilidade dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião da revista ou de seus editores. 5 - É permitida a reprodução parcial ou total dos materiais publicados pela Revista Pathos, desde que citada a fonte. 6 - Os relatos recebidos serão submetidos à apreciação do Conselho Editorial que poderá sugerir ao(s) autor(es), quando necessário, alterações de conteúdo ou forma de apresentação, bem como aceitação ou recusa. Os relatos da prática poderão receber os seguintes pareceres: a - aceito para publicação b - aceito com ressalvas c - negado 7 - É imprescindível que os autores procedam a uma revisão ortográfica e gramatical antes do envio do material. 8 - Após o recebimento do relato da prática, no momento em que o mesmo for encaminhado para a devida análise, serão excluídos os nomes dos autores, visando propiciar uma avaliação as "cegas" com o intuito de garantir a neutralidade e imparcialidade no desenvolvimento do devido parecer. 9 - O envio de materiais deve ser realizado através do portal da Revista Pathos, no link: “enviar artigo”. 10 - Serão aceitos para publicação materiais que privilegiem a prática no campo da psicologia, saúde mental, psicopatologia, Assistência social, Políticas públicas e comunitárias, Educação, Psicanálise, Fenomenologia, Enfermagem, Terapia Ocupacional, Medicina, Direitos Humanos, Inclusão Social e Cidadania, Àrea jurídica e afins. 11 - A Revista Pathos é uma revista online, aberta, semestral e tem a liberdade de publicar tanto artigos científicos, pesquisas, projetos, assim como relatos da prática.

Enviar Artigo

Contato

Formulário de Contato

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

ENTRE EM CONTATO COM NOSSA EQUIPE

@ contato@revistapathos.com.br